Destinos

Tallinn

Pincel Verde

Top 5

Town Hall Square
St Marys Cathedral
St.Catherine’s Passage
Holde Hansa
Mirante Kohtuotsa
Às margens do mar báltico, a capital da Estônia, contrasta entre o medieval com suas muralhas e seus detalhes modernos como prédios e palácios que compõem o cenário dos seus 400 mil habitantes.
A região é conhecida como “vale do silício Europeu” por ser a sede da agência de TI da União Europeia, além de ser o berço do Skype!
Considerada uma das menores capitais da Europa, é também uma das mais charmosas dos Países Bálticos, (Letônia, Estônia e Lituânia) e umas das cidades mais preservadas do continente, segundo a UNESCO.
Valor: $ - média diária de 110 reais, sem hospedagem
Quantos dias ficar: 1 ou 2 dias
Quando ir:

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

DEZ

Apesar de pequenininha, a atmosfera medieval de Tallinn – e eles levam isso a serio! – faz valer a pena a visita a cidade! Tallin não é um destino por si só, mas quando encaixada em um bom roteiro, como uma viagem pelo leste europeu, vale realmente a pena reservar 1 ou dias para vivencia-la!

Descubra o que fazer em Tallin e todos os seus detalhes e quem sabe marcar a cidade como seu próximo destino? Vem com a gente e aproveite a viagem!

O que fazer

Mesmo Tallinn sendo pequena, há bons atrativos na cidade, sem contar que passear por suas ruas é como visitar o passado. Mesmo com o passar dos anos, a cidade se mantém conservada em meio a muitas histórias e entrega todo charme a quem se aventurar por essa capital.

Confira algumas das principais atrações de Tallin, acrescente na lista e divirta-se:

◆ Old Town (centro histórico de Tallin)  – principal

Andar pela Old Town é a parte mais legal do seu roteiro por Tallinn. O que ver enquanto estiver andando pela Old Town?

Vena toda a atmosfera medieval andando por suas praças como a Town Hall Square, onde fica a prefeitura e eventualmente acontecem feirinhas, a linda Passagem de Santa Catarina (St.Catherine’s Passage), a muralha de Tallinn, o icônico Viru Gate e o Fat Margaret Gate (o segundo mais importante, mas o mais bonito!), igrejas como a St.Olav’s Church e a lindíssima Catedral Ortodoxa Alexander Nevsky.

O que fazer em Tallin 88
inicio da St.Catherine’s Passage
O que fazer em Tallin 87
final da St.Catherine’s Passage

◆ Town Hall Square

Há mais de oito séculos, o centro histórico de Tallinn abriga a típica praça medieval, onde fica também a torre da prefeitura, construída em 1404. Ao redor da praça, há dezenas de restaurantes dentro de casinhas coloridas que enfeitam a praça. Se conseguir, almoce ou jante aqui um dia e sinta a energia da cidade!

O que fazer em Tallin 47

◆ Mirante Kohtuotsa viewing platform (recomendo)

Pra mim, o melhor mirante da cidade! Você consegue ver Tallin e o mar báltico, sem pagar nada, sem contar a presença das gaivotas que não ligam muito para a nossa presença e deixam a foto mais legal

O que fazer em Tallin 29

◆ Farmácia Raepteek (Town Hall Pharmacy)

Ainda na praça, os visitantes podem visitar a farmácia mais antiga em funcionamento da Europa. Com entrada gratuita para o local, além de, você conseguir comprar remédios como em uma farmácia normal, você vai conhecer também uma exposição de remédios medievais e os processos de fabricação utilizados séculos atrás, bem legal!

Farmacia

◆ Muralhas e Torres

Tallinn não traz todo esse “ar medieval” à toa, mesmo no século XXI, a capital ainda preserva as muralhas e torres construídas na Idade Média. Com seus 1,9km de muralha e 20 torres de defesa do século XIV ainda de pé, a cidade possui uma das fortificações mais bem preservadas da Europa. 

Algumas torres estão abertas para a visitação por cerca de 3 euros, dependendo da vista você consegue ver toda a cidade por cima!

O que fazer em Tallin 86
Viru Gate
A rua mais movimentada de Tallinn tem como portão de entrada o Portão de Viru que no século XIV fazia parte do extenso sistema de defesa da cidade. Embora uma parte do Portão Viru tenha sido demolida para tráfego puxado por cavalos, as torres do portão permanecem e são o cartão postal da cidade.
 
Na área ao redor do Viru Gate, o viajante pode encontrar barracas que vendem luvas de lã, especiarias e vários restaurantes bacanas.
Fat Margaret Gate
A segunda entrada mais importante, mas a mais bonita, o portão Paks Margareeta foi adicionado a muralha durante a reconstrução do século XVI e recebeu esse nome por ser bem grande, possui um diâmetro de 25m e altura de 20m.
 
Foi construída para proteger o porto e defender o litoral da cidade, ao longo de sua história serviu como um armazém de armas e pólvora e como uma prisão
O que fazer em Tallin 81
Viru Gate
O que fazer em Tallin 89
Fat Margaret Gate

◆ Castelo Toompea (Parlamento)

O parlamento fica em um bonito edifício rosa do lado da Catedral Alexander Nevsky e junto ao Castelo Toompea. Você pode visitar o edifício por dentro, o que eu sugiro fazer apenas se você tiver com tempo de sobra ou caso realmente você se interesse por este tipo de visita.  Ao lado do castelo tem um grande parque proporcionando um pouco de verde aos moradores e visitantes da cidade.

 As sexta-feiras o tour é gratuito.

O que fazer em Tallin 10

Catedral de Alexandre Nevsky

Símbolo da dominação russa sobre o país, a catedral da igreja ortodoxa russa construída em 1900, é um dos principais pontos turísticos de Tallinn.  O nome se dá em homenagem ao Príncipe de Novgorod, Alexandre Yaroslavich Nevsky por liderar a Batalha do Gelo no Lago Peipsi em 1242 contra os alemães. Com entrada aberta ao público de segunda a sexta, de 11h às 18h. 

O que fazer em Tallin 12
O que fazer em Tallin 11
A Catedral estava em reforma quando visitamos!

◆ St. Mary’s Cathedral (recomendo)

Esta antiga igreja luterana (de 1233!) é uma mais diferentes que já visitei por dentro, já que ela tem uma “temática” bem medieval, cheia de brasões e escudos de famílias tradicionais de mais de 700 anos atrás. Vale muito a pena uma visita!

O que fazer em Tallin 32
O que fazer em Tallin 31

Excursão a pé 

Esse tipo de passeio que dura aproximadamente duas horas é a melhor maneira de conhecer os melhores pontos turísticos da Old Town de Tallinn. Os guias repassam várias as dicas legais para aproveitar bem o passeio na cidade, tudo isso enquanto você aprende sobre a histórias e curiosidades de algumas atrações!

Você encontra Walking Tours pelo centro historico, geralmente os guias estão com guarda-chuvas ou em pequenos quiosques.

* Os tours grátis estão um pouco em extinção, caso você não encontre o quiosque ou os guias de guarda-chuva, você tem a opção de fazer um tour pago. Recomendo este tour da GetYourGuide que custa 37 euros e dura 1.5 horas. Não é um passeio primordial para conhecer Tallin, mas saber sobre a historia e curiosidades do que se está olhando é bem bacana.

◆ Porto de Tallinn 

Os visitantes que chegam à cidade por meio de barco passarão pelo menos algum tempo caminhando por esse porto. Uma área movimentada com turistas indo e vindo para barcos. Aqui também você encontra vários hotéis e restaurantes (a gente se hospedou nessa região!), como também o Museu de Arquitetura da Estônia (localizado no bairro Rotermanni) com arquitetura contemporânea e exposições frequentes.

O porto fica aproximadamente a 10km de distancia do centro historico.

O que fazer em Tallin 49

◆ Museu KGB

Localizado no hotel Viru, este museu ilustra a sede secreta mantida pelo KGB em vários hotéis da antiga União Soviética. O local exibe equipamentos de espionagem, celas e outros objetos dos tempos soviéticos que mostram as terríveis condições  que os cidadãos da Estônia eram submetidos caso ousassem discordar do poder vigente na época.

Os viajantes podem visitar o museu de terça a domingo, o ingresso custa 5 euros e  devem ser reservados com antecedência, clique aqui.

◆ Palácio de Kadriorg 

Um dos edifícios mais bonitos da cidade com arquitetura Barroco Petrino – ainda que decepcione levemente por dentro), foi construído para Catarina I da Rússia por Pedro, o Grande. 

O palácio abriga atualmente o Museu de Arte de Kadriorg, uma filial do Museu de Arte de Estônia, exibindo a arte estrangeira dos séculos XVI ao XX.

O que fazer em Tallin 91

Bate-volta até Helsinque (recomendo)

Muitos viajantes que estão conhecendo os países bálticos aproveitam para dar uma esticadinha de Tallin até Helsinki, Finlândia de Ferry! É uma viagem super rápida, tranquila e barata.

A viagem tem duração de apenas 1.5 horas a depender do barco (os maiores fazem o trajeto em 3 horas)

Alguns destes passeios já vem com um city tour incluso, mas não recomendo já que são super caros (cerca de 350 euros por pessoa) e a cidade de Helsinki é pequena e fácil de ser explorada sem guia. Veja nosso post completo sobre a cidade!

Helsinki é um destino bonito, com atrações que valem a pena ser visitadas como por exemplo o Forte de Suomenlina, Catedral de Uspenski e a Kamppi Chapel!

Telliskivi Cidade Criativa

Localizada um pouco distante do centro, uma visita na cidade criativa é ideal para os interessados em ver o lado criativo de Tallinn. O local é um complexo de antigos armazéns transformados em boutiques, restaurantes, locais de música ao vivo e cafés, todos os ambientes são decorados com arte de rua. Visite caso tenha tempo de sobra no roteiro

Quantos dias

◆ Quantos dias ficar em Tallinn?

Há quem prefira apenas um dia inteiro, já que a cidade é pequena, mas para curtir sem pressa suas estreitas e medievais ruas é recomendável uma estadia de pelo menos dois dias inteiros em Tallin.

Nós ficamos um dia e meio em Tallin (chegamos cedinho na cidade) e foi suficiente para ver todos os pontos turísticos da cidade

Dois dias é tempo suficiente para explorar o centro histórico da cidade, entrar nas atrações e ainda conhecer um pouquinho os arredores da capital, com mais dias você consegue ir mais longe e conhecer os cenários incríveis e natureza exuberante do país.

Quando visitar

◆ Quando visitar Tallinn?

Estações e médias de temperaturas

  • Primavera: Março até Junho
  • Verão: Junho até Setembro
  • Outono: Setembro até Dezembro
  • Inverno: Dezembro até Março

 

Calor/Verão

Já os meses mais quentes são junho, julho e agosto, com temperaturas que podem chegar até 24º. Mesmo sendo calor, para os mais “frientos” como eu, um casaquinho leve vai bem pois as vezes faz um ventinho mais frio.

O verão é o período da alta temporada, ou seja, a cidade fica mais cheia e os preços são menos acessíveis. Apesar das chuvas serem menos frequentes nesta estação, os dias são mais longos, o que é favorável ao turismo. 

A primavera é uma ótima alternativa para viajar para esta região. As temperaturas são mais amenas nessa época do ano, sendo assim, considere viajar entre os meses de maio e junho.

Frio/ Inverno

Os meses mais frios nos países bálticos são dezembro, janeiro, fevereiro e março, sendo fevereiro o mais frio de todos, com temperaturas abaixo de 0º.

O inverno possui temperaturas mais baixas, mas por outro lado é a estação menos chuvosa, o que facilita realizar atividades pela cidade. Neve e belas paisagens são os aspectos mais importantes dessa estação.

Melhor época para visitar Tallinn?

O outono é considerada a melhor época para visitar Tallinn, pois, no verão, entre junho e agosto, o número de visitantes aumenta, principalmente por causa dos dias mais longos. Sendo assim, você poderá economizar em hospedagem e terá melhores condições para realizar passeios ao ar livre.

Tallinn
Grafico do site Time and Date

Onde ficar

◆ Onde se hospedar em Tallinn?

Para conhecer os principais pontos turísticos do Centro Histórico, fique na Old Town. Caso queira algo mais alternativo, então é melhor se hospedar em Kalamaia, o distrito mais frenético da cidade.

Um ponto interessante é que na cidade antiga os preços são consideráveis, até mesmo os hotéis luxuosos tem um valor bem abaixo comparado a outras capitais europeias.

Centro Histórico (recomendo)

Considerado o melhor lugar para se hospedar em Tallin, já que aqui é o coração do turismo da cidade. Com fácil acesso a pé para a grande maioria dos pontos turísticos, é bom ficar atento quanto aos custos de hospedagem, já que ficar nessa região pode custar mais caro do que em outras áreas mais distantes do centro histórico.

Tallinn City

A área mais moderna da cidade que mistura o modernismo com a antiguidade. Uma das vantagens de se hospedar nessa parte da cidade são as grandes opções de hospedagens, bom acesso ao transporte público, restaurantes e supermercados.

Kalamaja

O distrito alternativo da cidade, com museu nos arredores, vários bares e restaurantes e características de um bairro residencial, com parques, casinhas históricas que abrigam relíquias do período soviético. Nessa área, a maior oferta de hospedagem é de casas e apartamentos, uma boa opção para grupos maiores.

Porto

Apenas há 10 minutos do Centro Historico e com diversas ofertas de apartamentos mais moderninhos, o porto pode ser uma ótima opção de hospedagem para quem procura algo mais novinho e barato. Foi nossa escolha de localização pois havia pouco oferta no Centro Historico quando procuramos.

O que fazer em Tallin 30

Para procurar hotéis que melhor se enquadram com você e sua viagem – orçamento, localização, etc. – utilize o Booking.com! Há um mapa com a localização e vários filtros para te ajudar a escolher a acomodação ideal. 

Além do Booking, também utilizamos o Airbnb quando queremos algo mais aconchegante que um hotel ou quando estamos em grupo.

Locomoção

◆ Como se locomover em Tallinn?

A pé + uber ou ônibus

A pé é a melhor forma de explorar Tallin, já que a grande maioria dos pontos ficam pertinho um do outro. 

Para chegar em algum ponto mais distante, alie caminhadas com uber ou transporte público!

Ônibus

Existem 64 linhas de ônibus que ligam todos os principais pontos. A estação central de ônibus localiza-se no shopping center Viru, nos arredores do centro histórico. Existem também vários bilhetes e passes para usar o transporte público, o turista ou até mesmo morador pode usar um cartão recarregável, que custa 2 euros

◆ Como chegar em Tallinn?

Para chegar na capital estoniana, há quatros opções de transporte: Avião, ônibus, carro e barco.

Avião

A cidade possui um aeroporto que fica perto do centro da cidade, é pequeno e recebe voos principalmente da companhia Nordica e não recebe voos direto do Brasil.

Ônibus

A Omio é considerada a melhor empresa de ônibus para realizar a viagem até Tallinn partindo de outros pontos da Europa. Nós fizemos nossa viagem entre as capitais dos países bálticos de ônibus, durante a noite! São ônibus confortáveis e com banheiro.

Veja também os guias das capitais dos países próximos, você pode fazer tudo em uma mesma viagem, como nós: Polônia, Lituânia, Letônia e Finlândia!

Carro

Caso queira conhecer outras cidades da Estônia, pode ser bem interessante alugar um carro para ter mais autonomia, flexibilidade de horários e ganhar tempo. É recomendável buscar o automóvel na locadora quando já estiver pronto para pegar a estrada, já que no centro histórico da capital, carros não podem transitar.

Barco

Há rotas partindo da Finlândia, Suécia e Rússia com destino a Tallinn. O porto fica a uma pequena distância da Cidade Velha, caso esteja com uma bagagem leve, é possível ir andando. Se esse não for o caso, chame um uber ou taxi.

Bicicletas

Outra opção para se locomover na cidade é o aluguel de bicicletas, útil também para excursões fora da Cidade Velha, com ofertas a partir de 3 euros por dia. Em Tallinn, você pode encontrar “velotaxis”, e “bicicletas taxis”, uma forma sustentável de locomoção.

Por conta do clima da cidade, o transporte funciona apenas de março a outubro e também com deslocamentos apenas no centro da cidade.

Nós sempre alugamos carro com a  RentalCars, eles comparam preços dos melhores locadores e nunca tivemos qualquer problema!

Comida

◆ Onde comer em Tallinn?

A capital estoniana é conhecida pelos restaurantes de carne de caça, por esse motivo, é possível encontrar carne de javali, urso e perdiz em diversos estabelecimentos da região, porém, o paladar da cidade não se resume somente a isso, tendo outras opções também como os famosos pelmeni com creme azedo (tipo um ravioli!), estrogonofe

Com uma milenar culinária medieval, a gastronomia de Tallinn te fará viajar no tempo até a época da Idade Média. Veja abaixo alguns dos melhores restaurantes da cidade!

Holde Hansa (recomendo)

Um dos mais famosos restaurantes da capital, com uma experiência medieval de renome internacional e que oferece todas as maravilhas da cozinha da idade média e bebidas destiladas criadas pelos drinkmasters.

O cardápio inclui carnes, peixes, saladas e sopas com toda alimentação preparada de acordo com receitas de 700 anos.

O que fazer em Tallin 69
O que fazer em Tallin 66

Vaike-rataskaevu (recomendo)

Um dos melhores e mais bem avaliados restaurantes da Old Town, serve comidas típicas muito bem apresentadas e super saborosas – há várias opções no cardápio que agradam a todos como salmão com purê, saladas , carnes e sobremesas .

Cru

Com mesinhas externas e uma comida maravilhosa, o Cru é uma ótima opção para quem visita a cidade no verão!

Leib Resto 

Um restaurante que apresenta um ambiente super bacana e moderno. No espaço é servido pratos típicos da Estônia com ingredientes produzidos em hortas orgânicas de pequenos produtores locais.

O restaurante oferece também uma extensa carta de cervejas e vinhos especialmente selecionados para harmonizar com os pratos servidos no local. 

Gelato Ladies: que tal uma pausa no roteiro para tomar um dos sorvetes mais conhecidos da cidade? Além de sorvetes há também cafés, milkshake e outras sobremesas gostosas!

O que fazer em Tallin 59
pelmeni de carne de urso com creme azedo do restaurante Troika!

Compartilhe este Guia!

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Roteiros

Pincel Bege

América do Norte

América do Sul

África

Oriente Médio

Destinos

Pincel Verde

América do Norte

América do Sul

Oriente Médio