Destinos

Estocolmo

Pincel Verde

Top 5

Gamla Stan
Stortorget
Skansen
Stadshuset - Prefeitura
Vasa Museum
Estocolmo é a capital da Suécia e está situada num arquipélago de 14 ilhas unidas por 53 pontes, na região onde o lago Mälaren encontra o mar Báltico. É bastante conhecida pelos seus edifícios e monumentos preservados, pela cerimônia de entrega do Prémio Nobel e pela enorme qualidade de vida que oferece a seus moradores.
A Suécia é uma monarquia constitucional com um sistema parlamentar de governo e possui uma população total de cerca de 9,2 milhões de habitantes!
Valor: $$$
Quantos dias ficar: de 1 a 3 dias
Quando ir:

JAN

FEV

MAR

ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

DEZ

Estocolmo é sem dúvidas a cidade mais charmosa dos países nórdicos! Para mim, esse charme vem da arquitetura e  geografia da cidade, já que são varias ilhas e há varias pontes interligando tudo… não é atoa que é chamada de Veneza do Norte.

Com certeza Estocolmo vai superar todas as suas expectativas como viajante. Recomendamos combinar Suécia com os outros países Nórdicos (Dinamarca, Noruega e Finlândia), foi uma das nossas viagens favoritas!

Mas afinal, o que fazer em Estocolmo? Neste guia você verá sobre todos os pontos turísticos, como se locomover, onde comer, quando ir a Estocolmo e muito mais dicas para sua viagem. Tudo escrito de forma fácil e dividido de forma simples e descomplicada para que você consiga montar o MELHOR roteiro 🙂

Veja nosso Roteiro Visual de Estocolmo, 3 dias incríveis pela capital sueca!

O que fazer

◆  Gamla Stan

É a cidade antiga de Stockholm e um dos maiores e mais bem preservados centros medievais da Europa. Várias atrações da cidade estão em Gamla Stan, como o Palácio Real, a Praça Stortorget, que para mim é a cara da Suécia, o Museu Nobel,  a Catedral de São Nicolau Estocolmo (Custa kr60 para entrar) e a Igreja Alemã de Estocolmo.

Mas Gamla Stan é uma atração por si só, todos os prédios são bem antigos, então é super gostoso andar por suas ruelas e assim ir descobrindo varias lojinhas, restaurantes e cafés.

O que fazer em Estocolmo?
Ruas charmosas de Gamla Stan!
Praça Stortorget 

Esta praça é o coração da cidade antiga e também alugar mais icônico de Estocolmo.

Nesta praça era onde a vida acontecia na Idade Média, mas devido a um grande incêndio, todos os lindos edifícios que você verá são do século XVI, “relativamente novos” em comparação com o resto de Gamla Stan

Museu Nobel

O museu fica na praça stortorget e nele é possível entender melhor sobre seu criador, o inventor sueco Alfred Nobel (inventor da dinamite!),sobre a história dos prêmios, os premiados, categorias e mais. 

O que fazer em Estocolmo?
Edificios Icônicos da Praça Stortorget
O que fazer em Estocolmo?
Catedral Sao Nicolau
O que fazer em Estocolmo?
Museu Nobel

◆ Djurgarden

É uma das principais ilhas da cidade e onde se concentra a maioria dos museus e parques de Estocolmo como o Skansen, Museu do Vasa,  Museu Nórdico,  Parque Gröna Lund e o Museu do ABBA (sim, museu da banda ABBA, com audio guia narrado pelos próprios integrantes!!)

◆  Skansen

Localizado na ilha Djurgarden, Skansen é o primeiro museu ao ar livre do mundo, com incríveis 300.000 m2. O passeio por lá dura um dia inteiro – e vale a pena!

Dentro do Skansen você irá encontrar centenas de casas históricas muito bem preservadas de diversas regiões da Suécia, além de vários animais nativos, como por exemplo alces. Há também atividades para crianças, como playground, parquinho de diversões e shows variados (geralmente ocorrem no verão).

É uma atividade que com certeza vai agradar todas as idades. Foi um dos nossos passeios favoritos na cidade, não deixe de fora do seu roteiro! 

O que fazer em Estocolmo?
O que fazer em Estocolmo?
O que fazer em Estocolmo?

◆  Vasa Museet

Este museu espetacular fica na ilha Djurgarden, e é nele que esta o mais bem preservado navio do mundo, datado do século 17: o exuberante Vasa!  

Vasa era um navio de guerra sueco, construído para o Rei Gustavo Adolfo II. O navio afundou e naufragou em sua viagem inaugural, após velejar menos de uma milha náutica (cerca 1.8 km) no ano de 1628. Ele ficou naufragado por mais de 300 anos até ser recuperado em um processo impressionante (o passo a passo do processo está no museu também).

O que fazer em Estocolmo?
O que fazer em Estocolmo?

◆ Nordiska Museet

Bem em frente ao Skansen, fico o Nordiska museet, que além de  uma arquitetura lindíssima, retrata a história e a cultura do povo sueco. 

Lá você verá exposições da época da Idade Média até a época contemporânea, coisas como: artes, vestimentas, jóias, trabalhos, móveis e gastronomia.

O que fazer em Estocolmo?

A parte mais divertida é onde mostram os alimentos servidos nas refeições em algumas ocasião típicas do país. Dá para aprender bastante sobre a culinária sueca, interessante! Caso o roteiro estiver apertado, sugiro pular.

◆  Stadshuset (The City Hall)

A prefeitura de Stockholm é uma das mais famosas silhuetas da cidade. É la que ocorre anualmente, no dia 10 de dezembro, a cerimonia do prêmio Nobel.

O que fazer em Estocolmo?

Todas as visitas são guiadas e o ingresso para o edífico e para sua torre são diferentes. Você aprenderá várias histórias interessantes e curiosas sobre o edifício e sobre o prêmio Nobel. 

Você passará pelos salões da prefeitura, inclusive o famoso Blue Hall, onde ocorre o banquete da premiação (e que curiosamente é vermelho), e pelo impressionante Golden Hall, coberto por mosaicos com mais de 18 milhões de pastilhas de ouro e vidro.

O que fazer em Estocolmo?

Informações: a visita guiada dura 45 minutos. IngressosA entrada para o Stadshuset custa 110 SEK.  Para visitar a torre, o ingresso custa 80 SEK. Para mais informações, veja o site oficial.

◆ Palácio Real de Estocolmo (Kungliga Slottet)

O que fazer em Estocolmo?

O Palácio Real é a residência oficial da família real sueca em época de eventos oficiais.

O palácio somente é aberto ao público quando não está sendo utilizado pela família real. Em sua visita você verá os quartos, salas, salões de jantar e vários outros aposentos. Nós conseguimos entrar e achamos bem interessante, se você estiver com tempo e se interessar por esse tipo de visita, entre. Caso não se interesse ou seu roteiro estiver apertado, sugiro pular.

Incluso no valor do ticket, tem uma entrada para o “Tesouro”, lugar onde ficam expostas as jóias e objetos valiosíssimos que pertenceram aos membros da monarquia sueca por várias gerações

◆ Igreja de Riddahorlmen  

Esta icônica igreja foi construída no final do século XIII e é uma das mais bonitas da cidade. Sua torre é visível de praticamente toda a cidade Estocolmo.

Com exceção da rainha Cristina, desde Gustavo II Adolfo (século XVII), todos os reis suecos foram enterrados nesta igreja.

O que fazer em Estocolmo?

◆ Saluhall – Mercado Municipal

Amo visitar mercados e o de Estocolmo não decepciona. Este é o melhor lugar para você provar diversas comidas típicas, principalmente as que envolvem peixes e frutos do mar frescos. O cardápio do mercado é muito bom, mesmo!

◆  Polkagriskokeri

É uma lojinha super tradicional de doces de Estocolmo onde fabricam aqueles famosos doces natalinos em formato de bengalinha branca e vermelha, sabe?

O mais legal além de comer vários outros sabores das bengalinhas, é poder ver como os doces são feitos! Super interessante!

o que comer em Estocolmo?

◆ Restaurante Viking Aifur 

Não é um ponto turístico, mas é TÃO legal, tão legal, que vale um espaço aqui pra dizer que você deve fazer uma reserva para jantar lá!

É um restaurante que além de ter um cardápio diferenciado, com carnes de caça e outras coisas diferentes, ele também é todo na temática Viking, inclusive os garçons, a musica, os talheres e copos, tudo mesmo! Mas se programe e faça uma reserva com antecedência, pois costuma lotar.

Eu pedi uma cachaça de mel (recomendação do garçom, amei!) e o Gustavo pediu um cerveja suéca. Para comer, pedimos uma carne de rena, estava tudo delicioso!

O que fazer em Estocolmo?

◆  Kungstradgarden – Jardim do Rei

Para quem tem mais tempo pela cidade, vale a pena ir a este parque e visitar um dos seus cafés ou bares. 

No verão há várias mesas ao livre, em frente ao espelho d’água do parque, já no inverno, o espelho vira uma pista de patinação do gelo!

◆ Passeios de barco

Se tiver com tempo, faça um passeio de barco pelo arquipélago de Estocolmo, realmente vale a pena incluir no seu roteiro! O passeio entre as ilhas geralmente conta com um guia que contará a história e curiosidades da cidade, além de você ter uma das vistas mais bonitas da cidade.

O que fazer em Estocolmo?

◆ Grona Lund

Este é o parque de diversões mais antigo da Suécia, não tivemos a oportunidade de ir, mas todas as avaliações são bem positivas e tem brinquedos e atrações para todas as idades e gostos. Já está no roteiro para quando eu voltar! 🙂

◆ Katarinahissen

Elevador histórico com uma passarela no topo que oferece vistas do centro histórico de Estocolmo e dos canais. Imperdível se você quiser tirar fotos maravilhosas – como a nossa próxima foto!

Quantos dias

◆ Quantos dias ficar em Estocolmo?

Recomendo ficar no mínimo 3 dias em Estocolmo para visitar suas principais atrações. Para os viajantes com mais tempo e que querem ver os vários museus de Estocolmo, 5 dias é um bom número.

Tem menos do que 3 dias na cidade? Estocolmo é uma cidade que vale a pena só de olhar, de tão bonita que é. Se você tem menos tempo, eu recomendo este mini-guia de Estocolmo:

Passear por Gamla Stan (ir ate a praça Stortorget), Museu Vasa, Skansen (reserve meio dia para visita-lo), um jantar no Restaurante Viking Aifur, e se der, encaixe também a prefeitura!

Quando visitar

◆ Quando ir a Estocolmo?

Primavera e Verão

No e verão o clima é geralmente ensolarado mas com temperaturas amenas, entre 18ºC a 25ºC, com os dias bem longos. Esta é a melhor época para visitar Estocolmo.

Outono e Inverno

Com a chegada do outono em agosto, começa a cair a temperatura e também se inicia o período de chuvas. Já os invernos na Suécia são rigorosos, frios e secos, além da duração da luz solar ser muito mais curta. 

Nós fomos em Agosto, fim do verão e inicio do outono e pegamos um pouquinho de chuva (nada que atrapalhasse os passeios), mas estava um clima super gostoso, dias lindos, longos e fresquinhos. 

No norte do país, durante o ápice do verão o sol não se põe, causando o famoso sol da meia noite. Já no ápice do inverno o sol não nasce nunca, ficando escuro 24 horas.

Em Estocolmo, no inverno,  a luz do dia aparece aproximadamente as 9h e escurece aproximadamente  as 15h, dando um total de apenas 6 horas de luz.

Estocolmo time and date
Tabela do site TimeAndTable

Onde ficar

◆ Onde se hospedar em Estocolmo?

Cidade Antiga (recomendado)

Gamla Stam é a melhor região para você se hospedar em Estocolmo. Assim você ficará pertinho das principais e mais importantes atrações. 

O ponto negativo é que Gamla Stam sendo a parte mais turistica da cidade, faz dela ser também a mais cara, tanto para hospedagem quanto para alimentação (mas sim, você consegue encontrar desde hostels até hotéis luxuosos por lá).

Norrmalm e Östermalm – Centro da Cidade (recomendado)

Outra região que também recomendo – e a que me hospedei – é Norrmalm, há 20 minutinhos a pé de Gamla Stam e ao lado da estação Central de Trens (nosso hotel era praticamente em frente!).

Por ser bem abastecida com transportes públicos, fica fácil de se locomover para atrações mais distantes e ao mesmo tempo basta andar para o centro.

Östermalm é bem ao lado e praticamente uma extensão de Norrmalm, mas é uma bairro mais residencial, com opçõe limitadas e caras de hospedagem, bom para quem gosta de lugares mais locais e calmos, sem contar que é lindíssimo.

Djurgården

Esta é a ilha onde fica concentrado a grande maioria dos museus de Estocolmo, então caso museus forem uma prioridade em seu roteiro, pode ser realmente uma ótima localização para se hospedar. 

O ponto negativo é que não há estações de metrô (mas você pode recorrer ao Uber, usar ferry, andar ou mesmo alugar um carro).

O que fazer em Estocolmo?
Gamla Stan

Para procurar hotéis que melhor se enquadram com você e sua viagem – orçamento, localização, etc. – utilize o Booking.com! Há um mapa com a localização e vários filtros para te ajudar a escolher a acomodação ideal. 

Além do Booking, também utilizamos o Airbnb quando queremos algo mais aconchegante que um hotel ou quando estamos em grupo.

Locomoção

◆ Como se locomover em Estocolmo?

É bem fácil de se locomover por Estocolmo, que possui um sistema de transporte público excelente. Você pode escolher entre ônibus, linhas de metrô, bondes e balsas, ou se preferir, a pé pode ser uma opção.

Metrô

No geral, o metrô é a maneira mais conveniente de se locomover pela cidade. As passagens são válidas para todos os meios de transporte e podem ser adquiridas nas estações e bancas de jornal e revista. As passagens válidas por um e por três dias são um bom negócio para aqueles que planejam passear bastante.

Carro

Para quem pretende alugar carro, dirigir em Estocolmo é bem tranquilo quando comparado à maioria das grandes cidades, porém cuidado com os trechos que tem pedágio e na falta de estacionamentos.

A pé ou bicicleta 

Caminhar ou andar de bicicleta são geralmente as melhores opções para passear pelo centro da cidade. Estocolmo é uma cidade super favorável aos pedestres e às bicicletas. 🙂

App

Aplicativos como uber são uma mão na roda em qualquer lugar do mundo! Chamou, chegou.

A nossa recomendação seria andar pelo centro da cidade e usar transporte público ou aplicativos para pontos turísticos mais distantes, foi o que fizemos!

 Se você adquiriu o Stockholm Pass, você terá acesso ao Hop-on Hop-off, que te levará aos principais pontos da cidade e pode ser uma ótima forma de se locomover também. Fique atento pois ele segue uma rota especifica e talvez pra chegar no ponto que você deseja, ele dê uma volta e assim você perderá muito tempo, então cheque a rota antes!

O que fazer em Estocolmo?

Decidiu alugar um carro em Estocolmo? Alugue com a RentalCars, empresa que usamos sempre e recomendamos, além de você fazer a reserva em reais e não pagar IOF!

Comida

◆ O que comer em Estocolmo? Comidas Típicas para provar!

A suécia tem varias comidas típicas, mas o que você mais vai encontrar por lá,é o Lingon, que é uma frutinha pequena, vermelha e um pouquinho amarga. Tudo o que eu pedia, lá estavam elas! Ela é ideal para acompanhar carnes, as tradicionais almôndegas, ou usada em bolos e sobremesas.

Os principais pratos típicos suecos são:

Räksmörgås:(foto 1) O que mais comi por lá! um sanduíche de camarão, ovo cozido e um molhinho com maionese. É o prato mais encontrado por lá, você verá esse sanduíche em todas as lanchonetes e balcões da cidade.

Poljagriskokeri: (foto 2) : A lojinha de doces onde fábrica os famosos doces natalinos em formato de bengalinha branca e vermelha, que comentei acima!

Kötbullar – Almôndegas suecas: É umas das comidas mais tradicionais do país. Geralmente vem servidas com molho, purê de batatas e claro, a maravilhosa geléia de lingon!

Ärtsoppa com panquecas: É uma sopa típica, preparada com ervilhas e bacon que vem acompanhado com panquecas. É tradicionalmente servido as quintas-feiras.

Plankstek – Bife na tábua: Meu favorito! Bife grelhado, acompanhado de purê de batata ao forno. O bife é servido em uma tábua de madeira e vem com molho béarnaise… divino!

Bacalhau fresco: O bacalhau na Suécia é diferente do bacalhau Português que é seco e salgado. Na Suécia o bacalhau é servido fresco e o prato mais comum é o peixe cozido com batata e legumes.

Salmão: (foto 3) Salmão cozido, defumado, cru, assado… milhares de variações! Suecos adoram salmão e na maioria dos restaurantes você encontrará um prato diferente. O prato que mais gostamos foi o Varmrökt lax, que é salmão defumado, com uma pele crocante e a carne suculenta, servido frio com um pouco de molho e batatas cozidas. Divino!

Kanelbulle: É um bolinho com acúcar e canela, e o formato é uma homenagem à primavera: em forma de flor. Ótima sobremesa.

Samla: É um pãozinho fofo recheado de marzipã e nata…hummm!

O que fazer em Estocolmo?

Compartilhe este Guia!

Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Roteiros

Pincel Bege

América do Norte

América do Sul

África

Oriente Médio

Destinos

Pincel Verde

América do Norte

América do Sul

Oriente Médio